O mundo tem gente demais

CRis

Aí está a Cris. Aquela moça de óculos, filha da senhora Mamys, irmã do Xan e namorada do Dan. Sim, ela é a Cris, sempre com um sorriso no rostro, olhando o melhor de cada coisa. Por quê escrever um post para falar dela? Bem, é simples: Ela merece!

O primeiro dia que eu conheci a Cris foi em um churrasco – encontro – do IAESTE em Belo Horizonte, Brasil. Nunca vou me esquecer. Eu estava falando do chato que tinha sido minha moradia na cidade até aquele momento.

Ela como sempre, olhando para a melhor parte falou: “pois agora você conheceu a gente”. E se que estava muito certa. Eu conheci a melhor gente do Brasil, a minha familia. Eles me adotaram, mas só porque ela foi quem abreu esse lugar especial no coração da sua familia, agora também minha.

Desde o primeiro momento, sempre disposta para me ajudar. Me procurava para saber se eu precisava de algo, estavam melhorando as coisas, ou qualquer mensagem para me animar. Como falam os religiosos, um anjo me bateu no meio do caminho.

As melhores lembranças do meu tempo lá em casa, na Rua Litargirio 22, se gravaram na minha alma. Até nem posso esquecer o endereço, porque foi encontrar meu segundo lar. Graças à Cris, eu acreditei, que sim é possível conhecer uma pessoa com tantas qualidades juntas.

Hoje eu posso fechar os meus olhos e trazer até minha mente cada plano que a gente fez, as piadas, os jogos do Cruzeiro, a cachaça, o pão de queijo. Em fim, tanta coisa que compartilhei com ela e a familia. Uma amizade sincera, desinteressada, valiosa e eterna.

Finalmente, graças à Cris, eu conheci a Mamys, um ser que traz uma bondade e amor infinito. Ela tem demais, até para seus filhos adotivos. Também conheci o Xan, o irmão meu e dela, uma pessoa que você não pode deixar de ter por perto, pelo menos em alguma vida. E claro! O Dan, o cunhado, um cara muito engraçado, as vezes de poucas palavras, mas com uma vontade que faz você acreditar de novo na humanidade.

Isso é o que eu mais agradeço para ela. Aquela familia carinhosa, bondadosa, amorosa na qual me levou. No seu aniversario eu só posso desejar para ela muitas aventuras, viagens, fotos, livros, letras e tudo quanto o Universo quiser dar para ela.

Obrigado Cris!